Máquinas Virtuais no Azure

A utilização de Nuvem vem crescendo a cada dia, por isso mostrarei aqui como criar uma Máquina Virtual no Azure.

Vamos acessar o portal do Azure em http://portal.azure.com/

Após realizar a autenticação teremos uma página parecida com esta, pode ser que algumas coisas estejam diferente pois esta página é configurável!

Digite na barra de pesquisa Máquinas virtuais.

Click em Criar máquina virtual ou Adicionar

Abaixo vamos entender quais os principais parâmetros necessários para criação da nossa VM.

Grupo de recursos — Um grupo de recursos é uma coleção de recursos que compartilha o mesmo ciclo de vida, permissões e políticas.

Nome da máquina virtual — As máquinas virtuais do Azure têm dois nomes distintos: o nome da máquina virtual usado como o identificador de recursos do Azure e o nome do host do convidado. Quando você cria uma VM no portal, o mesmo nome é usado para o nome da máquina virtual e o nome do host. O nome da máquina virtual não pode ser alterado depois que a VM é criada. Ao entrar na máquina virtual, você poderá alterar o nome de host.

Região — Escolha a região do Azure ideal para você e seus clientes. Nem todos os tamanhos de VM estão disponíveis em todas as regiões.

Imagem — Qual sistemas operacional a máquina virtual deve conter, temos diversas versões de Windows e Linux.

Tamanho — Selecione um tamanho de VM para dar suporte à carga de trabalho que você deseja executar. O tamanho escolhido determina fatores como capacidade de processamento, memória e capacidade de armazenamento. O Azure oferece uma ampla variedade de tamanhos para dar suporte a muitos tipos de uso. O Azure cobra um preço por hora com base no tamanho da VM e no sistema operacional.

Observação o Tamanho da VM influencia no valor pago a ser pago!

Click em Alterar tamanho e teremos o painel abaixo:

A imagem abaixo esta ordenado pelo menos Custo/mês veja que neste momento temos máquinas a partir de R$ 15,37 lembrando que estamos falando do momento atual sendo possível a alteração do valor a qualquer momento.

Nesta outra imagem, note que existem VMs com custos mais elevados, ou seja para diversos tipos de demandas.

Você precisa se atentar quando for realizar a parametrização para não criar uma VM com o custo elevado sem necessidade.

Observação: Após a criação da VM é possível alterar o tamanho da VM, você pode aumentar ou diminuir os recursos. É possível trabalhar conforme a necessidade do momento.

Tipo de Autenticação — Escolha se a conta de administrador usará o nome de usuário/senha ou chaves SSH para a autenticação.

Portas de entrada públicas — Podemos liberar algumas portas por exemplo: HTTP (80), HTTPS (443) ou SSH (22), devemos tomar bastante cuidado ao realizar a liberação destas portas, faça esta liberação se for extremamente necessário a utilização da mesma.

Agora é só clicar em Revisar + Criar

O próximo painel mostra que a VM atendeu os requisitos necessários e apresenta os detalhes da sua VM.

Agora é só clicar em Criar e aguardar a criação da VM.

Este Painel exibe a requisição para criação da VM em andamento.

Abaixo temos nossa VM criada e as informações referente a mesma, conseguimos agora Conectar e começar a utilizar esta VM.

Please follow and like us: